CRIANÇA NO ADULTO

DIATKINE, René




Código: ED 022

Coleção: EPIGÉNESE E DESENVOLVIMENTO

Edição: 1996

Editor Original:DELACHAAUX ET NIEST

ISBN: 978-972-8329-65-5



22,14 €

  • «Sou psicanalista porque sou psiquiatra. Para os da minha geração, ser psicanalista implica a procura da verdade, busca indispensável para sobreviver aos horrores da guerra, à destruição, à Shoah e ao regime de Vichy. A necessidade sentida pelos sobreviventes de darem um sentido à vida era tão absoluta, que por vezes nos tornámos sectários, ideólogos da caça às ideologias. Procurar o verdadeiro para além do razoável, pode levar a afirmações terroristas, não verificáveis nem informativas, desprovidas, para além do mais, de uma ponta de poesia e humor. Muitos escritos de juventude são, por isso, ajuste de contas, mas levam os seus autores a demarcarem-se das ideias feitas. Ser psicanalista é interrogar-se sobre o estatuto dos conceitos e dos objectos de conhecimento que permitam decifrar os movimentos psíquicos próprios e os do paciente. Instâncias psíquicas, modelos intrapsíquicos, pulsões, objectos de pulsões, fantasmas, todo o psicanalista utiliza estas palavras indispensáveis à compreensão, sem que por isso se deixe iludir por elas e cair no “realismo psicológico”, há muito denunciado por Politzer. Uma crítica indispensável legitima o trabalho psicanalítico. Leva igualmente a reavaliar os conceitos da clínica psiquiátrica corrente.»
    Close